Nesta sexta-feira (14/11) fui ao consultório de um renomado médico aqui em Ourinhos, já com hora previamente marcada a pelo menos uma semana, e tive uma experiência que podemos chamar de “estressante”.

Não digo estressante apenas pelo fato de se ficar esperando por quase uma hora para ser atendido em um consultório médico particular, mas pelo fato de que a atendente/secretária ficou todo este tempo no MSN enquanto uma fila enorme de pessoas se amontuava em um sala de 28 mts² aguardando para ser atendida.

Enfim, depois de 45 minutos após nossa chegada ao consultório finalmente esta pessoa (que julga-se dever atender as pessoas prontamente) nos atendeu e fez a minha ficha. Neste momento não havia mais ninguém no consultório e ela “finalmente se tocou” de que tinha esquecido de alguma coisa.

Observando seu monitor vi que telas de MSN simplesmente saltavam e ela, muito intelegentemente movia as janelas para dentro da área do software do consultório, com se fosse uma janela do programa de atendimento do mesmo (inteligente não ?).

Interessante como uma pessoa simplesmente ignora cerca de dez pessoas dentro de uma sala minúscula enquanto conversa intermitentemente no MSN. Notei que “feliz ou infelizmente” não fui apenas eu que notou o ocorrido, porém como paciente não acredito que valeria a pena fazer alguma coisa contra tal falta de respeito com quem além de pagar para ser atendido em médico particular, ainda tem de aturar tal situação, pois de qualquer forma quando se vai a um médico (ainda mais particular) espera-se que seja bem atendido e não se deseja “criar caso” na forma que isso poderia “se voltar diretamente” ao seu atendimeto.

Enfim, relevei tal situação fui atendido pelo médico, que alias foi muito atencioso e bacana e fui para casa com 3 receitas (nenhuma delas de medicamentos pelo menos…), mas fico me perguntando se a Internet (leia-se MSN e afins) realmente é tão importante a ponto de fazer as pessoas sequer prestarem atenção em seus afazeres e afins e parece que já tenho a resposta: “Importante não, necessário parece que sim”.

A questão não está em “usar” ou “não usar” MSN (ou mesmo Orkut ou o que quer que seja)  mas sim em “como usar” tais ferramentas. Muitas pessoas que conheço trabalham com Internet e são extremamente produtivas, entretanto quando vejo pessoas que teoricamente não trabalham diretamente com Internet perdendo o seu tempo (e o tempo dos outros) com MSN e afins, realmente acredito que isto torna-se um dos malefícios da Internet em nossas vidas.